Nota de pai para pai

Trecho do livro ‘Como fazer para que seus filhos obedeçam’

Pai, Deus lhe tem confiado seus filhos como uma herança divina. Por esta razão, a responsabilidade primária de cuidar bem deles é sua e não de outros. E uma coisa certa: você prestará contas a Deus por cada um deles. Estamos vivendo nos dias da epidemia do “pai passivo”, que deixa quase toda a responsabilidade dos filhos para a esposa ou para quem se dispuser a cuidar deles. Isso nunca foi a intenção de Deus! 

Sua esposa e seus filhos são um grande tesouro, e têm valor eterno (nunca se esqueça disso!). Seu trabalho, seu dinheiro, sua casa, seu carro impecável, seu computador, seu smartphone, seu facebook, seu time de futebol, seus estudos e até mesmo seu ministério terão um fim, e daqui a apenas uns cinco anos, você poderá estar “colhendo os frutos de sua ausência e omissão” e poderá se arrepender amargamente por ter investido todas as suas forças e tempo em coisas passageiras e sem valor algum quando comparados com um filho do seu “ventre” caminhando a uma eternidade sem Jesus. 

Saiba que mesmo que você não o eduque, ele estará sendo educado – pelo mundo que o rodeia. 

Pense nisto por um momento… Sem pressa. 

Agora olhe ao seu redor e ao que você tem feito com sua vida e em busca do que você tem corrido… 

Será que vale a pena? 

Tome coragem e converse com sua esposa sobre como você poderia ser um pai mais participativo. Sem levantar defesas! Talvez você diga: “Ah, se eu perguntar isso ela vai descer a lenha!” Bem, talvez é disso mesmo que você precisa. De alguém que o conhece tal como é e o ama o suficiente para falar aquilo que você precisa ouvir. Para ser um melhor pai, marido…um melhor homem. Um homem de Deus não nasce, mas se faz. Se faz com coração humilde diante de Deus e ouvidos atentos para ser corrigido. Jó 5:17 diz: “Feliz o homem a quem Deus corrige.” 

E se tiver mais coragem ainda, pergunte para seus filhos o que eles pensam de você ou onde tem falhado. 

No Capítulo Três deste livro, veremos sobre a responsabilidade imposta por Deus sobre o sacerdote Eli e também sobre o rei Davi por causa da desobediência dos seus filhos. Deus não pediu contas de suas esposas ou “educadores”. Não use o ministério, trabalhos e conquistas para se justificar. Se isso servisse, tanto Eli como o rei Davi teriam muito mais justificativas do que eu e você. 

Deus o chamou para ser PAI dos seus filhos, e Ele certamente lhe capacitará para cumprir todos os Seus propósitos. Sim, ele pode lhe curar de suas feridas passadas e com Seu poder fazer fluir do seu interior o que você não recebeu como filho. Não use isto como desculpas. 

As esposas e filhos precisam e esperam ansiosamente por pais corajosos que se posicionam a favor de suas famílias. Pais que trabalham duro para trazer provisão para seus lares sim, mas especialmente pais que alimentam suas casas espiritualmente. Pais que fazem questão de se reunir à mesa para uma refeição em família e lá aproveitam para ‘procurar conhecer o estado de suas ovelhas’, ouvir e rir com seus filhos, elogiar sua esposa e a comida, abrir a Bíblia e alimentar a seus filhos com toda Palavra que vem de Deus. Pais que protegem suas casas em oração, mesmo quando sua família está dormindo. 

Homens que trazem um sentimento de segurança para seus filhos pela maneira que tratam suas esposas diante deles. 

Homens fortes em seu caráter cristão, que não negociam a verdade e que encontram sua maior força não no dinheiro ou no braço, mas sim em dobrar os joelhos diante de Deus e pedir a bênção divina sobre seu casamento e lar. O fator primordial de suas decisões é a direção de Deus e não coisas circunstanciais. 

Homens que se curvam diante do Deus soberano e buscam sabedoria do alto para serem os líderes de seus lares e guiam seus filhos para o conhecimento de Cristo. 

Por favor, leia este livro com um coração ensinável e corrigível. Antes de corrigir seus filhos, corrija sua própria conduta diante deles. Reconheça seus erros. Converse com sua esposa e filhos sobre questões que encontrará neste livro que não estão bem ajustadas em sua vida. Peça o perdão de sua esposa e filhos, se necessário. 

Certamente é mais fácil deixar tudo o que está escrito aqui para sua esposa aplicar. Talvez essa tem sido a história da sua vida: Deixar ela fazer tudo enquanto você relaxa na frente da TV… 

Lembre-se: você é o responsável a quem Deus perguntará sobre sua família. Levante-se e seja o homem que Deus lhe chamou para ser dentro do seu lar. Quando você fizer isso, a mão do Todo-poderoso será a seu favor. Ser um bom pai é infinitamente mais do que ser um pai bonzinho e amoroso. Até mesmo ensinar coisas boas não é o suficiente. Ser um pai que agrada a Deus é apontar seus filhos para o alvo eterno: Seu Filho Jesus. Ele é a salvação e vida eterna. (João 3:16) 

Não repasse este privilégio para outro, pois se decidir pagar o preço de ser este homem, o garantido galardão lhe espera!

“Ele te declarou, ó homem, o que é bom; e que é o que o Senhor pede de ti, senão que pratiques a justiça, e ames a benignidade, e andes humildemente com o teu Deus?” 

Miquéias 6:8

Como dizem por aí, uma foto vale mais do que mil palavras. E um vídeo, vale quanto? É óbvio que neste vídeo, a razão da distância destes soldados é diferente, mas voltar para casa é sempre especial.

Se você é um pai que tem estado distante por qualquer motivo justificável… volte para casa. Não lhes negue o abraço do pai. O tempo passa em um piscar de olhos e quando menos esperamos, eles já estarão indo seguir a própria vida. Com ou sem você.

Não há nada mais lindo que voltar para casa. Seja quem for ou qual for a razão pela qual estavam distantes…

 

 

Comments 2

  1. Olá! Amei o texto, posso copiar e compartilhar com outras pessoas? O livro que é mencionado, posso achá-lo na net? ou deve ser comprado? Obrigada.

    Saudações de Luanda/Angola

    1. Post
      Author

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.