Mestre em Alegrar

Mestre em Alegrar 

“Mas o fruto do Espírito é: o amor, o gozo, a paz, a longanimidade, a benignidade, a bondade, a fidelidade, a mansidão, o domínio próprio; contra estas coisas não há lei.” Gálatas 5:22-23

Minha mãe não teve o privilégio de crescer em lar cristão. O pai dela era alcoólatra e a mãe vivia mal- humorada. Os filhos não sabiam se o pai bebia tanto e não voltava para casa por causa do mal-humor da mãe, ou se a mãe estava sempre mal-humorada porque o pai bebia muito e não voltava para casa. Mas de todo modo, não era um lar muito feliz.

Desde pequena, minha mãe achava que a mãe dela sempre estava irritada com ela. Com certeza, a pequena filha não era a razão da raiva daquela mulher, mas a pequena não tinha a maturidade de entender isso. Ela chegava da escola empolgada para contar para a mãe o que tinha acontecido, ou para mostrar algo que tinha feito, mas parece que a mãe já estava brava com ela antes que ela chegasse! “Eu não entendo!” ela pensava. “Nem tinha tempo de fazer nada para irritar a mãe, e ela já está brava comigo!” E a vida continuava sempre assim.

Esta dinâmica no relacionamento entre mãe e filha trouxe consequências desastrosas na vida da filha. Ela achava que ela era o problema, que ela era indesejável, que ela era irritante. Até que com 14 anos, ela tentou tirar a própria vida. Ela conta que não desejava realmente morrer, mas queria que alguém se importasse com ela. Mas não aconteceu. A mãe, quando soube que a filha estava internada, foi ao hospital e entrou no quarto da filha e disse, “Nunca conte isto para ninguém!” E sem nenhum toque de carinho, ela virou as costas e saiu do quarto.

Graças a Deus, minha mãe teve um encontro com Jesus antes que eu nasci. Jesus transformou sua vida e começou a curar as feridas do coração. Ela tomou uma grande decisão de ser uma serva do Senhor em sua própria casa, mostrando sempre o amor de Cristo por seus filhos e assim levando eles a conhecerem a Jesus pessoalmente. Ela desejava também ter um relacionamento mais íntimo com os filhos; um tipo de relacionamento que ela sempre quis ter com sua mãe, mas não teve. Ela decidiu se tornar uma mestre em alegrar, para que a nossa casa fosse um lugar de alegria.

Que diferença isto fez em nosso lar, na minha vida! Ela trazia alegria todos os dias ao lar. Quando acordávamos de manhã, ela nos cumprimentava com um grande sorriso e abraço. À mesa, o cheiro gostoso de um café da manhã preparado para comermos todos juntos. Ela queria que soubéssemos que ela ficava feliz de nos ver quando chegávamos da escola, e assim ela inventou uma brincadeira que até hoje me faz sorrir só de lembrar. Cada dia, antes que eu chegasse da escola, ela preparava uma “surpresa”. Então, eu corria para casa e, entrando, perguntava, “Tem uma surpresa para mim hoje?” E ela mostrava a surpresa do dia. Às vezes, ela tinha feito cookies, ou tinha arrumado meu quarto, ou tinha um jogo preparado na mesa para jogarmos juntas. Nunca era nada tão complicado ou caro, mas tudo tinha um toque de carinho que nunca me esquecerei. Eu sempre sabia que minha mãe ficava muito feliz de me ver quando eu voltava para casa.

A alegria no lar tem um grande poder na vida dos nossos filhos. Se queremos os corações deles, precisamos tratá-los com alegria. Se queremos que o nosso lar seja um lugar onde os nossos filhos gostam de estar, precisamos criar um ambiente de alegria. Se queremos que eles tenham vontade de obedecer e nos alegrar, precisamos edificar um relacionamento em que eles saibam que temos prazer neles. Se queremos ter o poder de influência na vida deles, para poder guiá-los a Jesus, precisamos mostrar o caráter de Jesus para eles em nossas vidas! Amor, alegria, paciência – são frutos do Espírito. Pois por que razão teus filhos iriam querer a Jesus, se Ele “não funciona” no seu lar e na sua vida? Muitos filhos de cristãos têm rejeitado a “religião” dos próprios pais porque os pais não viviam aquilo dentro de casa.

Você sabia que o Senhor se deleita em seus filhos? Ele tem prazer em seus filhos. A Palavra nos disse que Ele acha as suas delícias com os filhos dos homens. Considere os seguintes versículos:

“O Senhor teu Deus está no meio de ti, poderoso para te salvar; ele se deleitará em ti com alegria; renovar-te-á no seu amor, regozijar-se-á em ti com júbilo.” Sof 3:17

“Trouxe-me para um lugar espaçoso; livrou-me, porque tinha prazer em mim.” Salmo 18:19

“…então eu estava ao seu lado como arquiteto; e era cada dia as suas delícias, alegrando-me perante ele em todo o tempo.” Prov 8:30

“…achando as minhas delícias com os filhos dos homens.” -Prov 8:31

“…porque o Senhor se agrada de ti…” Isa 62:4

“Confiou no Senhor; que ele o livre; que ele o salve, pois que nele tem prazer.” Salmo 22:8

“Confirmados pelo Senhor são os passos do homem em cujo caminho ele se deleita.” Salmo 37:23

Ter prazer e mostrar prazer em nossos filhos é uma das maiores chaves em ter o coração deles. É assim que eles também conseguem aceitar correção quando for necessário, por que assim eles sabem que você é por eles, e não contra eles. É assim que eles se encherão de ousadia para experimentar algo novo ou desafiante. É a base de um relacionamento sólido. É o componente mais potente de uma influência eficaz.

Então como criar um ambiente de alegria no seu lar? Existem muitas maneiras, mas aqui darei algumas dicas para você começar pensar.

*Sempre os cumprimente com um sorriso e abraço quando acordam ou quando voltam para casa.

*Fale palavras de afirmação com frequência. Fale o quanto ele é especial para você; Que ele é um presente de Deus; Que você gosta de estar com ele.

*Leiam um livro interessante juntos.

*Coloque uma música movida e dançam juntos!

*Façam um projeto na cozinha – como assar um bolo juntos.

*Chame-o por um apelido de carinho: príncipe, campeão, precioso, etc.

*Comunique o teu prazer em estar juntos, com palavras, gestos e carinho.

*Mostre-se interessada em escutar os seus sonhos e em ver seus pequenos projetos.(As vezes requer MUITA paciência!)

*Conte histórias da sua infância para eles.

*Planeje noites especiais com toda a família: filme com pipoca, jogos na mesa, etc.

*Leve eles juntos quando tiver que ir no banco ou fazer compras, etc. Fale: “Obrigado por me acompanhar. É muito mais divertido juntos.”

*Tenha prazer nas coisas em que eles têm prazer. (No caso dos meus filhos agora, é Legos!)

*Passeios especiais – para o parque, o zoológico, a praia, ou simplesmente para tomar um caldo de cana juntos.

*Pergunte para o seu filho: “O que você gostaria de fazer com a mãe/o pai?”

Mais que tudo, lembre-se que a alegria é um fruto do Espírito! Por isso, é necessário estar cheia do Espírito todos os dias! Memorize o versículo de Gálatas 5:22-23 e ore que o Senhor te ajude a pô-los em prática no seu lar.

É possível criar um novo legado em sua família! Assim você estará fazendo uma amizade que dura a vida inteira, e mais importante ainda, você estará formando discípulos de Cristo. É um trabalho com recompensa eterna!

 

Você pode estar interessado também nestes dois vídeos que gravei com minha mãe:
Fazendo de Seus Filhos a PRIORIDADE
Como Começar Uma Nova História em Seu Lar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *