De acordo com um estudo, crianças que gastam mais tempo com os seus pais tem nível de QI mais alto, segundo uma nova pesquisa.

Father and children

Foto de: EDWARD SYKES

Por Urmee Khan

De acordo com um estudo, crianças que tem pais que gastam mais tempo com elas tiveram um nível de QI mais alto e eram mais bem-sucedidas que aquelas que receberam menos atenção.

Forte envolvimento paterno nos primeiros anos de vida também podem aumentar as possibilidades de uma carreira futura, mostram as pesquisas.

Acadêmicos da Universidade de Newcastle, que conduziram o estudo, também descobriram que homens tendem a prestar mais atenção à seus filhos que suas filhas.

Os pesquisadores alertaram que não era suficiente os pais viverem juntos, mas que um pai deveria ativamente participar na vida da criança para beneficiar seu desenvolvimento.

O estudo observou mais de 11.000 homens e mulheres britânicos nascidos em 1958.

Os cientistas perguntaram às suas mães com que frequencia os pais das crianças participaram em atividades com elas, incluindo a leitura, organização de passeios e “tempos de qualidade” em geral.

As descobertas, publicadas no jornal Evolution and Human Behavior, mostram que tais crianças das quais seus pais gastaram mais tempo com elas tinham um nível de QI mais elevado e eram socialmente mais bem-sucedidas do que aquelas que receberam pouca atenção.

As diferenças eram ainda detectáveis até os 42 anos de idade.

Dr Daniel Nettle, quem liderou a pesquisa diz: “O surpreendente desta pesquisa foi a tamanha diferença que havia no progresso de uma criança que foi beneficiada pelo interesse paterno e como ainda depois de trinta anos, tais indivíduos que tiveram pais envolvidos em suas vidas eram mais bem-sucedidas.
“Os dados sugerem que ter uma segunda pessoa adulta envolvida durante o processo de crescimento da criança produz benefícios em termos de capacitação e habilidades que permanecem por toda a vida adulta”, adicionou ele.

John Davies, chefe executivo de “Famílias Precisam de Pais”, disse: “Esperamos que uma pesquisa como esta encoraje o governo a reconsiderar o quão desvantajadas são as famílias separadas e o quanto uma criança precisa do pai assim como da mãe.”

 
fonte: http://www.telegraph.co.uk
título original: Children who spend time with their fathers have a higher IQ

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *